Pediatria, com carinho.

Febre, pra que te quero…

Há dias que nossos filhos ficam quietos, não aceitam alimentos e não querem nem brincar no celular. Coisa incomum, não é? Quando nos aproximamos, sentimos um calor, e rapidamente identificamos como febre. O que fazer? Veja, nestas situações (que são MUITO frequentes), o que recomendamos a fazer nas primeiras 24 horas:

  1. Hidratação é a primeira coisa a fazer! Portanto, ofereça muita água.
  2. Roupas leves e confortáveis, e ambiente bem arejado.
  3. Ficar de olho em outros sinais e sintomas que possam aparecer: vômitos, diarreia, irritabilidade importante, lesões na pele, tosse forte, falta de ar.
  4. Não há necessidade de correr a um Pronto Atendimento. Mesmo que não consiga falar com seu pediatra, a observação é a principal arma para a saúde de seu filho(a) neste momento.
  5. E, sempre, acredite no seu instinto maternal. Para mim, vale mais que mil palavras.

Acredite, seu filho(a) pode e deve se defender de invasores. Dê essa chance a ele(a).

Grande abraço!

Nenhum comentário para mostrar.

Puericultura, essa novela…

Vamos falar de Puericultura? Qual é sua importância para a criança e, posteriormente, para a vida adulta? Sem sombra de dúvida, são nestas visitas ao pediatra que consegue-se descobrir um bocado de coisas que possam não estar indo bem no bebê, e orientar a família quanto aos mais variados aspectos do crescimento e desenvolvimento, além da alimentação, higiene mental e física, vacinação, curiosidades e descobertas que nossos filhos, desde tenra idade, já nos desafia.

Vamos juntos, discutir e trocar ideias. Quero aprender com vocês!!

Nenhum comentário para mostrar.

Heitor Pereira de Oliveira – Doctoralia.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up